Arquivos da categoria: Autor

Leopoldina, Independência e Morte

O espetáculo, com texto e direção de Marcos Damigo, estreou dia 26 de maio no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. “Leopoldina, Independência e Morte” recria três momentos da vida da arquiduquesa austríaca que virou rainha do Brasil no século

/

Leopoldina, Independência e Morte

O espetáculo, com texto e direção de Marcos Damigo, estreou dia 26 de maio no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. “Leopoldina, Independência e Morte” recria três momentos da vida da arquiduquesa austríaca que virou rainha do Brasil no século

/

Leopoldina, Independência e Morte [estudo#2]

Este estudo compreendia a primeira e a terceira partes do texto escrito por Marcos Damigo, com interpretação de Fabiana Gugli, acompanhada ao vivo na flauta transversal e no cello por Ana Eliza Colomar. Foi apresentado no saguão do Museu Paulista,

/

Leopoldina, Independência e Morte [estudo#2]

Este estudo compreendia a primeira e a terceira partes do texto escrito por Marcos Damigo, com interpretação de Fabiana Gugli, acompanhada ao vivo na flauta transversal e no cello por Ana Eliza Colomar. Foi apresentado no saguão do Museu Paulista,

/

Leopoldina, Independência e Morte [estudo#1]

Apresentado nos jardins do Museu da Independência, no Ipiranga (São Paulo), em meio às comemorações da independência do Brasil no dia 07 de setembro de 2017, a performance trazia a atriz Fabiana Gugli no papel de Leopoldina, com a última

/

Leopoldina, Independência e Morte [estudo#1]

Apresentado nos jardins do Museu da Independência, no Ipiranga (São Paulo), em meio às comemorações da independência do Brasil no dia 07 de setembro de 2017, a performance trazia a atriz Fabiana Gugli no papel de Leopoldina, com a última

/

O Retrato de Dorian Gray

Adaptado por Marcos Damigo, o espetáculo O Retrato de Dorian Gray foi dirigido por Débora Dubois. Em cena, Marcos, que interpretava Dorian Gray, contracenava com Francisco Bretas (Basil), Sérgio Rufino (Henry) e Lavínia Lorenzon (Sybil), além de música ao vivo

/

O Retrato de Dorian Gray

Adaptado por Marcos Damigo, o espetáculo O Retrato de Dorian Gray foi dirigido por Débora Dubois. Em cena, Marcos, que interpretava Dorian Gray, contracenava com Francisco Bretas (Basil), Sérgio Rufino (Henry) e Lavínia Lorenzon (Sybil), além de música ao vivo

/

O que morreu mas não deitou?

Este projeto, realizado nas dependências do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo, pesquisava treinamentos pré-expressivos para o ator, dramaturgia narrativa e técnicas corporais como yoga e Alexander. Subsidiado pela Lei de Fomento ao Teatro do Município de São Paulo, foi

/

O que morreu mas não deitou?

Este projeto, realizado nas dependências do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo, pesquisava treinamentos pré-expressivos para o ator, dramaturgia narrativa e técnicas corporais como yoga e Alexander. Subsidiado pela Lei de Fomento ao Teatro do Município de São Paulo, foi

/

Cabra

Cabra, vencedor do prêmio Nascente USP/Editora Abril, foi um texto escrito por Marcos Damigo em 1997 e encenado em 1999, estreando no Centro Cultural São Paulo com direção de Georgette Fadel e Marcos Damigo e Joca Andreazza no elenco. A

/

Cabra

Cabra, vencedor do prêmio Nascente USP/Editora Abril, foi um texto escrito por Marcos Damigo em 1997 e encenado em 1999, estreando no Centro Cultural São Paulo com direção de Georgette Fadel e Marcos Damigo e Joca Andreazza no elenco. A

/

Ladrão de Frutas

Ladrão de Frutas foi um espetáculo montado pela Cia. Circo Mínimo, dirigida por Rodrigo Matheus, que Marcos Damigo escreveu a partir do romance de Italo Calvino, O Barão nas Árvores. A história, que narra as aventuras de um garoto que

/

Ladrão de Frutas

Ladrão de Frutas foi um espetáculo montado pela Cia. Circo Mínimo, dirigida por Rodrigo Matheus, que Marcos Damigo escreveu a partir do romance de Italo Calvino, O Barão nas Árvores. A história, que narra as aventuras de um garoto que

/