Afinação-Ajuste

Uma ode a liberdade é o ponto central de AFINAÇÃO-AJUSTE, dirigida por Georgette Fadel, que traz em sua primeira parte um monólogo que mais se parece com uma aula, interpretado pela própria Georgette, onde reúne improvisações com textos dos pensadores Georg W. F. Hegel, Karl Marx, Bertolt Brecht e Simone Weil, numa ode ao pensamento racional. Em oposição à primeira parte, a segunda apresenta uma compilação de frases feitas, opiniões e pensamentos superficiais, embaralhados por muitos sons de André Sant’Anna, Marcos Damigo e Zé Azul, que atuam e também tocam instrumentos.

“Os textos reunidos em Afinação trazem uma reflexão sobre como estamos distantes da razão, sobre como vivemos a supervalorização do sentimento individual, das paixões, opiniões e convicções que não nos unem, em detrimento do pensamento racional que nos liberta. Já Ajuste é um texto enlouquecido de André Sant’Anna, uma balança do mundo”, explica a diretora e atriz.

Captura de Tela 2017-06-04 às 20.24.02

Afinação

Montagem é uma aula-conferência ministrada pela personagem, a pensadora e professora francesa Simone Weil, sobre a relação entre a opressão e o sofrimento no mundo e o incrível boicote ao pensamento racional. Textos de Brecht, Hegel, da própria Simone e algumas citações de Marx compõem esse momento que pretende ser uma oração à razão. “O trabalho é de uma crueza e simplicidade cultivadas deixando todo o protagonismo para os movimentos do pensamento. Com muito cuidado, Simone afina as ideias, presentes nos sons e sentidos, e busca com muito fervor, fazê-las existir também no coração. Um violoncelo é para Simone, o objeto de expressão dessa afinação sutil”, conta Georgette.

Ajuste

Em cena três homens, um deles o próprio autor, André Sant’Anna, munidos de guitarras, em seus microfones, caçam, procuram, experimentam, e pensam, às vezes verdadeiramente, às vezes em fragmentos voltados para si mesmos. Na feira das palavras e, no pregão da verdade, os três atores ajustam as contas e suas frequências.

“Em linguagem imensamente mais impactante em volume e intensidade, Ajuste quer de Afinação o terreno fértil para o voo numa linguagem explodida, caótica, exuberante, porém totalmente voltada para a elaboração de pensamento que nos faça compreender e nos liberte”, acredita a diretora e atriz.

FICHA TÉCNICA

Ato 1: Afinação

Direção, Dramaturgia e Atuação – Georgette Fadel sobre textos de Bertolt Brecht, Hegel, Karl Marx e Simone Weil. Produção Executiva – Julia Zakia. Cenografia – Fadel Jacob Fadel. Confecção das Cadeiras – Josafá Torquato de Araújo. Colaboração – Luciana Fróes e Patricia Gifford. Parceria – Cia. São Jorge de Variedades.

Ato 2 : Ajuste

Direção – Georgette Fadel. Elenco – André Sant’anna, Marcos Damigo e Zé Azul. Texto – André Sant’anna. Assistente de Direção – Catharina Caiado. Figurino e Adereços – Victor Hugo Mattos. Colaboração – Sarah Lessa. Fotos – Rael Barja e Maira Barillo. Assistente de Produção – Sergio Magraner.

O espetáculo estreou em janeiro de 2017 no Galpão Gamboa, no Rio de Janeiro, com Rodrigo Bolzan. Marcos Damigo estreou em temporada na sede da Cia. do Feijão, em São Paulo, de 30 de maio a 21 de junho.

Anúncios