Caros Ouvintes

Caros Ouvintes é uma comédia sobre o começo das telenovelas, visto sob o olhar dos atores que faziam sucesso nas radionovelas.

Na década de 1960, quando os aparelhos de televisão começaram a fazer parte das casas brasileiras, o público começou a prestar atenção não somente na voz dos personagens, mas também em sua imagem. Assim, muitos atores que faziam sucesso no rádio começaram a temer a TV: muitos galãs eram gordinhos e carecas, muitas mocinhas já eram senhoras.

Na comédia Caros Ouvintes, a ação se passa numa das últimas emissoras a produzir radionovelas. O elenco prepara uma grande apresentação ao vivo, para depois se despedir do público em um palco armado do lado de fora da rádio.

Vicente (Marcos Damigo), o produtor da radionovela, mantém com a atriz Conceição (Natallia Rodrigues) um caso amoroso que entra em colapso quando ela é chamada para estrelar uma telenovela. Empenhado para que o último capítulo seja impecável, Vicente conta com a absoluta lealdade e profissionalismo do sonoplasta Eurico (Alex Gruli) e do locutor Wilson (Rodrigo Lopez).

Vespúcio (Alexandre Slaviero), o publicitário, quer que o casal romântico da rádio repita a dose na telenovela que seu cliente irá patrocinar, despertando ódio em Péricles Gonçalves (Eduardo Semerjian), um ex-galã, Ermelinda Penteado (Agnes Zuliani) e a cantora decadente Leonor Praxades (Amanda Acosta).

A série de atritos é desencadeada quando o anúncio de que o patrocinador passará a produzir telenovelas vem à tona, colocando em risco o final da radionovela.

 

10419500_10155029126985092_1243333321027405268_n

 

 

 

O espetáculo estreou em agosto de 2014 no Grande Auditório do MASP, com Petrônio Gontijo no papel do diretor Vicente Martinho, sendo substituído por Marcos Damigo na temporada do Teatro das Artes no início de 2015.

 

Texto e Direção: Otávio Martins

Elenco: Marcos Damigo, Natállia Rodrigues, Alexandre Slaviero, Rodrigo Lopez, Eduardo Semerjian, Amanda Acosta, Agnes Zuliani, Alex Gruli

Diretora Assistente: Maria Silvia Siqueira Campos

Assistente de Direção: Marcos Damigo

Desenho de Luz: Wagner Freire

Cenografia: Marco Lima

Música Original: Ricardo Severo

Figurino: Fábio Namatame

Fotografia: Priscila Prade

Direção de Produção: Ed Júlio

Produção Executiva: Gabriel de Souza

Relacionamento Empresarial: Laís Campos

Assessoria de Imagem: Beatriz Cervone

Assessoria de Imprensa: Morente Forte Comunicações

Realização: Baobá Produções Artísticas